11 de mar de 2011

Outono


There's a wild, wild whisper blowin' in the wind
Callin' out my name like a long lost friend
(American Honey - Lady Antebellum) 

Parecia a maior bobagem do mundo, mas não pertencia a lugar algum que conhecia. Tudo o que dizia era mal compreendido. A verdade é que ninguém estava preparado para ouvi-la. Gritava em silêncio. Amava em silêncio.

Não era triste. No entanto, não era feliz. Olhava para todos os lados e perguntava-se onde diabos estaria sua casa, seu lar. Não era ali, de jeito nenhum. Lia histórias com finais felizes questionando-se sobre um possível final feliz em sua vida, mas logo lembrava-se de algo que lhe disseram quando era pequena: finais felizes não existem porque, no fim, todos estão mortos. Então contentava-se com meios felizes, momentos felizes. 

Olhar para si mesma e enxergar-se em outro lugar distante era egoísmo? Porque era isso que via: estava longe dali. Meios felizes não pareciam combinar com aquele lugar. E ela não combinava com nada, de qualquer modo. E quando dizia aos outros, respondiam que era uma questão de tempo. Mas não era porque não havia tempo!

Algo simplesmente a avisava, sussurrava, nunca hesitava. O vento de outono, "vá embora".

Prometeu-se que iria assim que pudesse, e iria sem bagagem, sem opiniões prontas, sem achar que sabia tudo! Construiria uma vida com um meio feliz, muito feliz, para depois, no sofrimento do fim, ter suas lembranças e segurar-se nelas para não cair em total desespero. Não cair, nunca cair.

Trees 
(foto por ~loose665 em www.deviantart.com)

12 comentários:

@ Palavras do coração. disse...

aaaaah amiiga eu ameei, amei :D mtmtmtmtmtmtmtmt lindo. parabéns :D

Ana Stiehl disse...

Obriiiigaada Lisi! *-*

Pedro Stiehl disse...

Meu Deus. O que estou criando?

Ana Stiehl disse...

Um monstrinho! KKK

@GBrasman disse...

Uhhhhh ... arrepiou

Ana Stiehl disse...

*-*

Lari Paschoin disse...

Esse texto me lembrou tanto o DIVO Caio Fernando de Abreu. Tão diva quanto.


Sou sua fã número 1, Ana. Voce sabe.

Ana Stiehl disse...

Noooossa, que comparação ein Lah! Eu nunca vou chegar aos PÉS dele, mas obrigada por tudo. *---*

Ann Gominho disse...

Olá!!

Muitoo lindo esse texto! Adorei!!
E a imagem no final está ótima também.

Beijos

Ana Stiehl disse...

Obrigaada! Volte sempre. Beijos.

Thami Silva disse...

Lindo seu texto ! Escrito com alma, tocante mesmo.
Otima semana ! =)

Ana Stiehl disse...

Obrigada!