27 de abr de 2011

Presente de grego

LEIA A CARTA ANTES DE ABRIR O EMBRULHO.

“Pedro,
Isso que te envio, essa carta, esse embrulho, tudo isso é um presente de grego. Quero destruir os muros que nos separam, quero batalhar com você por você e, no fim, quero vencer. Eu sempre quero vencer, você sabe disso. Conhece esse meu defeito, esse fato bobo de eu simplesmente não aceitar “não” como resposta quando o que eu quero ouvir é um “sim”. Não sou doida, não, sei que sorri quando digo isso, mas sabe que é verdade... Eu sou certa, bem certa do que quero. E, que alguém me ajude, eu quero você. Demorei em admiti-lo, demorei a querer sentir isso que estou sentindo. Como disse Clarice Lispector, alguma vez, “Que medo alegre, o de te esperar”. Sinto um frio na barriga, um vazio no peito, mas quando me lembro do jeito que você sorri quando olha para mim... É como se todos os medos nunca tivessem existido. E, ah, me esqueci de avisá-lo, sou mesmo clichê. A boba, a romântica, porém cética. Aquela que acredita no amor, mas tem medo de amar. Você me encontrou. Isso é um fato. A grande pergunta é: você me quer? Você gostou de ter tropeçado em mim? Você sente seu coração acelerar quando me vê? Gosta do meu perfume? Lembra do meu rosto antes de dormir?

Eu tenho esse presente para te entregar, é claro. É um embrulho simples, como eu. E com simples quero dizer sem muito ornamento, sabe, sem uma beleza de encher os olhos, sem os detalhes que tiram o fôlego de todos. Mas quando você olha para esse embrulho, perde o ar? Está curioso, Pedro? Porque eu estaria. Como estava dizendo, não é nada muito chamativo. Mas o que tem dentro significa muito para mim. Quero que tente ver com meus olhos esse presente. Por favor, chacoalhe a caixa. Ouviu alguma coisa?

Abra o embrulho, Pedro. Você é muito inteligente, é sagaz, é esperto, é lindo. Já sabe o que te dou, não é? Ou melhor, o que te empresto, o que te entrego. Não é material, não tem cor, não tem cheiro. Tem sentido, e só, mas isso é muito! É o meu amor. Ele estava guardado em uma caixa que foi aberta por você. Agora lhe pertence. E você tem duas opções, Pedro: feche essa caixa, lacre-a e devolva-me sem nunca, nunca olhar para trás. Ou aceite meu amor e me ame de volta, mesmo sabendo que sou assim, imperfeita, completamente imperfeita. Quando você leu isso, seu coração ficou quente como o meu fica enquanto espero sua resposta? Se sim, parabéns, você está me amando. 
                                                                                                                             Beijos,
                                                                                                                                             Lia.”

Foto por ~ra3iatha em www.deviantart.com


21 comentários:

Lari Paschoin disse...

Todos os seus textos são lindos, é claro. Mas esses que meio que "contam uma história" são os meus preferidos. Parabéns, Aninha! Está lindo!

Ana Stiehl disse...

Obrigaaada Lari *-* Beijos.

Juliane Bastos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliane Bastos disse...

Oi Ana :D
Adorei seu blog, o conteúdo é maravilhoso, certamente irei seguir.
Bom aproveitando a visita vim te apresentar o meu Projeto Suas Palavras, peço que dê uma olhada e se gostar participe das edições, ficaria feliz com a sua presença por lá. :D

- aqui a comunidade: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=113177306

- aqui o blog: http://projeto-suaspalavras.blogspot.com/

beijão e sucesso sempre. :)

Ana Stiehl disse...

Obrigada Juliane, vou dar uma olhada sim! E obrigada pelo convite. :* Volte sempre.

Nati disse...

Carta mais linda não há. Beijo

Ana Stiehl disse...

Obrigaaada! *-*

Gabriela. disse...

Que carta linda, que forma bonita que tens de escrever!
Vou seguir.

Gabriela. disse...

Que carta linda, que forma bonita que tens de escrever!
Vou seguir.

Ana Stiehl disse...

Obrigaaada! Volte sempre. \o

Carlinha disse...

Poxa ana, que lindo seu blog e o modo como você escreve, torna tudo tão real, parabéns, gostei mesmo, adorei a parte que a "Lia" fala que acredita no amor, mas tem medo de amar!!

beijos
http://novidades-online.blogspot.com/

RaíssafGuerra disse...

Carta Linda. Eu gosto muito dos seus textos Ana. Continue escrevendo lindamente assim. Parabéns e Boa sorte! Beijo :*

Vinicius Ferrari disse...

Caramba, você é linda, talentosa, e gaúcha! O que mais? OPAKSPKAS

Brincadeiras a parte sua carta ficou LINDA! Linda mesmo, completamente dentro do tema, criativa, e com apenas um erro de ortogradifia.

Você usou Sentido, ao invés de sentindo. Mas não dá nada! Adorei sua carta de qualquer forma!

parabéns menina, tenha um ótimo final de semana! *oo*

Ana Stiehl disse...

Obrigada gente. *-*

E Vinícius, na verdade não teve nenhum erro de ortografia, não. Eu quis mesmo dizer sentido! =) O amor tem sentido, e só! Mas obrigada, mesmo. :*

Vinicius Ferrari disse...

Ana o techo do qual estou falando é este aqui: E, que alguém me ajude, eu quero você. Demorei em admiti-lo, demorei a querer sentir isso que estou sentido.

e não o segundo!

Espero ter esclarecido suas dúvidas e foi realmente uma pena não ter ganho por um erro tão pequenino!

Uma das primeiras blogueiras que ganhou alguma edição minha como moderador foi você, e suas palavras, bem elas me encantam! Talvez por esse motivo eu goste tanto deste espaço: simples, acolhedor e que tem muito a dizer.

parabéns menina!

Boa semana!

Ana Stiehl disse...

Ahhhhhhh bom, então eu confundi. =)
Obrigada Vinícius, vou corrigir o erro. Valeu mesmo! *-* Beijos.

Rafaela Toledo disse...

oi, gostei daqui e resolvi seguir.
espero que goste tb do meu blog, bjs!

devaneadora disse...

Nossa que declaração. Gostei da carta, da ideia achei bem legal... e sentimento é tudo. =D
Boa escrita.
Beijos

Ana Stiehl disse...

Obrigada gente! =D

celular espiao disse...

www.celularespiao.org

Se você precisar de um Grampo para telefone Celular, saiba que somos pioneiros na confecção destes equipamentos. Escuta de celular ou grampo telefonico Você grava tudo de forma totalmente segura e oculta e ainda pode receber as suas gravações por e-mail.

Lisi oestraich disse...

aaaaaah que lindo aninha *000*