6 de dez de 2010

Continue fingindo

Continue fingindo que não sei, que não sabem, que não vejo, que ninguém vê. Siga acreditando que você é a melhor mentirosa do mundo, que não existe pessoa mais inteligente, mais inescrupulosa ou mais cínica. Não seja humilde, não pare de se enganar, somente continue com esse sorriso escroto estampado no rosto enquanto todos riem por serem subestimados. Eu sei, você realmente acredita que pode me enganar, realmente pensa que ninguém enxerga o óbvio. Você acha que é uma boa atriz e não deixe que eu estrague a sua ilusão.

A dor de você admitir que todos conhecem o seu verdadeiro eu é tão profunda que você finge que é melhor, que está acima dos meus olhos, que tudo o que vejo é a máscara doce, que sou ingênua.

É uma pena, amiga, a ingenuidade é sua.

2 comentários:

disse...

Aninha, esse é o texto mais irônico e verdadeiro que eu já li!
Parabéns!

Stiehl disse...

Obrigada Jubicus.