18 de out de 2010

Ladra de sorrisos

Você pode sorrir para mim. Sim, apenas um sorriso.
É claro, ele não vai dizer muito. Vai suavizar expressões, quebrar o gelo, talvez até mudar pequenos conceitos.
Mas vou poder dizer que esse sorriso foi meu. Depois que você sorrir, eu não devolvo o que pegar.
O que vier é meu. O que você deixar escapar é meu. Então sorria.
Sorria mesmo sabendo que esse será um sorriso a menos seu, e um a mais meu.
Só um sorriso e depois o que restar não importa...
Sorria para que eu possa escrever, um dia, sobre a minha coleção de sorrisos.
Para que eu possa vestir as máscaras que roubei.



3 comentários:

Conselho Escolar SJB disse...

Tá bem bom. Poético, principalmente. E simples, direto ao ponto.
Impressiona.

Camila disse...

Lindo texto e mostra o que um simples sorriso pode proporcionar a outra pessoa.
to seguindo :D

Stiehl disse...

Obrigada! :)